Quero me candidatar a vereador: Veja como fazer!

A carreira política interessa a muitas pessoas, entretanto, nem todo mundo conhece os processos que ela envolve. Por isso, pode parecer até difícil alcançar determinado cargo político, mas com as dicas certas você pode garantir a sua candidatura. Quer se tornar vereador? Veja o que é preciso fazer:

Quais os requisitos para se tornar vereador?

Mas afinal, o que é preciso para se tornar vereador? Obviamente, entender de política não é tudo que você precisa para assumir esse cargo. Existe uma série de exigências para tanto e são elas:

  • Ser brasileiro nato ou nacionalizado oficialmente;
  • Estar de acordo com Tribunal Regional Eleitoral (TRE);
  • Estar de acordo com a Justiça Eleitoral;
  • Saber ler e escrever;
  • Possuir domicílio eleitoral no município que quer concorrer;
  • Ter filiação a um partido político, pelo menos, 1 ano antes da candidatura;
  • Ter 18 anos completos até o dia do registro da candidatura;
  • Apresentar certificado de reservista, se for o caso.

Como dar inicio a candidatura?

Para começar a sua candidatura ao cargo de vereador, é preciso estar atento a alguns documentos. O primeiro deles se trata da cópia da ata, devidamente rubricada que valida a escolha do vereador por parte do partido ou coligação. Esse e outros documentos são providenciados pelo próprio partido no qual você está filiado. No total são:

  • Cópia da ata;
  • Requerimento de Registro de Candidaturas (RRC);
  • Demonstrativo de Regularidade de Atos Partidários (Drap).

Enquanto isso, o candidato precisa garantir outros documentos, como a autorização por escrito da candidatura. Além disso, também é necessário apresentar a certidão de filiação partidária, comprovando a filiação ao partido dentro do tempo previsto. Os outros documentos são:

  • Declaração de bens;
  • Cópia dos documentos de identificação e título de eleitor;
  • oto atual;
  • Ficha 19;
  • Certidão criminal.

Quais os procedimentos para a campanha?

Com a parte burocrática da candidatura em ordem, é necessário estar de acordo com os requisitos da campanha. Todo candidato precisa abrir uma conta bancária exclusiva para o depósito da renda dedicada a própria campanha. Para quem tem menos de 20 mil eleitores, a abertura dessa conta é facultativa.

Após a validação da candidatura, a Justiça Eleitoral enviará o documento de inscrição do Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ), outro requisito fundamental para a campanha política.

A conta bancária precisa ser aberta com a apresentação do CNPJ em um banco reconhecido pelo Banco Central do Brasil. A partir dai, a instituição financeira tem até 3 dias para validar a abertura da conta.